Mesmo que eu esteja
Como uma roseira mal cuidada
Em campo árido
Eu esteja
Com os galhos
O caule
E as minhas raízes
Totalmente sem vida
Deus como o autor da vida
Surpreendentemente
Sopra sobre mim
O seu vento
Derrama sobre mim
A chuva com água da vida
Traz o seu vento
E me faz dançar
Em meio ao impetuoso
Faz brotar novos brotos
E e inexplicavelmente
Me transplanta
Para um vaso novo.

J. Nobre

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s